quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

3 perguntas a... Renato Dias


1- Foi apanhado de surpresa com a decisão da sua saída?

Sim. Não estava nada à espera de uma decisão destas. Nada faria indicar tal situação.

2- Que motivos encontra?

A direcção disse-me que foi devido ao facto de o grupo não estar com o treinador e ser necessário mudar algo. Eu não concordo, mas tenho que aceitar.


3- Que balanço faz do seu trabalho esta época na UDA e o que faria de diferente?

Na minha opinião, foi um trabalho positivo. Entrei na UDA já com a época preparada, período preparatório preparado, plantel fechado, tudo definido. Tive uma equipa técnica fantástica, trabalhámos imenso. Tivemos de adaptar alguns jogadores, e isso reflectiu-se num mau início de época. Mas à 8ª jornada, quando toda a comunicação social nos dava como "mortos", e condenados à descida, a equipa reage e acaba a 1ª volta em crescendo notório. Tendo isto em atenção, só posso considerar um trabalho positivo, a equipa está equilibrada, mais consistente e a evoluir, estando esta em posição de conseguir alcançar os objectivos propostos inicialmente. Quanto ao que fazia diferente, simplesmente não mudava nada, porque tenho a consciência que dei tudo para o sucesso do grupo e saio de cabeça limpa e consciência tranquila.

(Renato Dias deixou hoje de ser treinador da equipa de seniores da U.D. Abrantina)

Sem comentários:

Enviar um comentário